Vida real

7 fatos que ninguém fala da fase dos “20 e tantos”

Data: 05/12/17 | Autor: Paula Nader |

crise dos 30

Há alguns meses passamos alguns vídeos de VHS (a juventude que nasceu depois de 2000 não deve ter noção do seja isso) para DVD. Minha família se reuniu na sala e começamos a recordar histórias que mal lembrávamos. Que delícia foi curtir esse momento com os meus. Foi quando bateu a tão temida crise dos 30.

Como essa vida passa rápido! Me lembro, com riquezas de detalhes, das minhas férias na cidade do meu avô. De passar todo o mês de janeiro na praia, de andar a cavalo, ralar o joelho, namorar por cartinha…

Bateu uma saudade!

Mal acredito que estou chegando aos tão temidos 30tão.

Pretendo passar por essa fase com muito bom humor e aproveitar tudo de maravilhoso que ela tem a oferecer! Então listei 7 fatos que quase ninguém fala sobre os balzaquianos.

1. O metabolismo não é mais o mesmo

Após os 25 anos o metabolismo começa a desacelerar. Hoje eu sinto muito mais dificuldade em perder aqueles 3 quilinhos extras. E isso porque eu nunca tive problemas com a balança. Não estou falando que existe um padrão a ser seguido. É só uma comparação dessa transição.

metabolismo lento

2. As baladas perdem espaço para as ” sociais” nas casas dos amigos 

Hoje, eu me recuso a passar 1, 2… 4 horas em pé em um lugar barulhento, tocando músicas que eu odeio e pagando caro para tomar uma simples cerveja.

Dou muito valor em poder conversar com meus amigos sem ter que gritar.

Eu não me tranquei do mundo, mas priorizo lugares em que eu possa ESTAR com meus amigos. Adoro jogar cartas, brigar com quem estiver roubando no jogo, falar de política, de pessoas, de lugares, de sonhos e projetos…

3. Você se importará com o preço do sabão em pó

Essa é para quem mora sozinho ou é casado.

Incluímos nas conversas com os amigos o preço da compra do mês, qual estabelecimento oferece maior desconto e qual faz entrega.

E um detalhe… nunca daremos tanto valor a utensílios de cozinha. . Aproveitamos, muito felizes, o pote de sorvete para guardar o feijão.

Ficamos vidrados em propagandas de frigideiras antiaderentes, plano odontológico para a família, cupons de desconto…

4. Sua pele te dará trabalho

Chega um dia que olhamos para o espelho e perguntamos como aquela ruga apareceu ali, do nada. ” Aquela não sou eu!”

A pia do banheiro não tem espaço sobrando de tantos cremes e óleos para regiões específicas (que nem sabíamos que existia). Não saímos de casa sem protetor solar e adoramos o dia de ir ao dermatologista para sair com 20 amostras grátis.

tratamento de pele

 

5. Você se parecerá mais com os seus pais

Quando somos jovens é quase uma obrigação ter que discordar dos pais. Lógico! O que uma pessoa que viveu 25 anos a mais que você sabe mais da vida? Mas ainda bem que isso passa!

Eu sou tudo o que eu reclamava dos meus pais e de forma intensificada. Todas as preocupações que eles tiveram comigo faz sentido para mim hoje. É um período de menos julgamento. É mais fácil ver o lado deles e a entender certas atitudes que aconteceram no passado.

6. Será cobrado por realizações

Quase 30 e ainda mora com os pais? Não vai casar? Seu primo passou em um concurso e ganha 9 mil por mês!  Vai ficar tarde para ter filhos! Se tiver, vão perguntar quando terá o próximo. Como poderia educar um filho se mal da conta de educar um cachorro?

Começo a lembrar que minha mãe na minha idade já tinha casa, uma profissão estável e eu e minha irmã pra dar conta.

cobrança

Lógico que os tempos são outros, então é normal que as pessoas cobrem, mesmo que seja uma decisão muito pessoal, realizações que na época delas era quase que obrigação.

7. Você se questiona se está na profissão certa.

Por mais que você ame a sua profissão, é natural sentir que alguma coisa não está certa! Que pode fazer algo diferente da vida.

mudança de profissão

É interessante quando vemos uma pessoa “bem resolvida” jogar tudo pro alto e tentar a vida em outro país. O uma pessoa que só deu problema a vida toda se tornar um empresário de sucesso. A mudança é arriscada, mas talvez, seja a única opção.

Isso não é uma regra! É só uma visão dramática de quem já começou a sentir o peso da idade. Se você passa ou já passou pela crise dos 30 deixe nos comentários a sua experiência!

Abraço,

Paula Nader

compartilhe este post